Fale conosco pelo WhatsApp

Explante de Silicone: Quando é indicado?

Prótese de silicone e tesoura em cima

Explante de silicone tem procura aumentada, podendo ser realizado por questões de saúde, mas também por demandas estéticas da paciente. Saiba mais a seguir!

O explante de silicone consiste na remoção cirúrgica da prótese de silicone. A opção por essa cirurgia tem aumentado como uma forma de reversão da mamoplastia de aumento, mas também quando há necessidade de substituição da prótese.

A realização do explante de silicone deve ser indicada por um cirurgião plástico qualificado após avaliação do quadro geral da paciente, suas expectativas em relação à remoção da prótese e sua saúde. Entenda melhor a seguir!

Quando o explante de silicone é recomendado?

A recomendação do explante mamário pode ser feita em diferentes situações, visando tanto os anseios estéticos da paciente como por alterações de saúde. Algumas das situações nas quais o tratamento é indicado incluem:

  • Linfoma anaplásico de grandes células: estudos recentes confirmam o linfoma associado a prótese mamária (BIA-ALCL), também conhecido como linfoma anaplásico de grandes células (ALCL), como uma das principais doenças causadas pelo silicone. Trata-se de uma resposta imunológica do organismo e, geralmente, pode ser tratada com o explante de silicone quando diagnosticado precocemente;
  • Contratura capsular: consiste na formação de tecido fibroso no entorno da prótese de silicone, podendo resultar em alterações estéticas e desconfortos nos seios. Nesse caso, a remoção da prótese também é necessária para interromper o processo;
  • Ruptura da prótese: em casos raros, ocorre a ruptura da prótese, principalmente em decorrência de impactos intensos, como acidentes de carro. Nessas situações, o explante mamário deve ser realizado, podendo envolver a colocação de nova prótese. É importante que sejam realizados exames anuais para verificar a integridade da prótese;
  • Fatores estéticos: atualmente, muitas mulheres desejam ter o corpo natural, sem alterações estéticas resultantes de intervenções cirúrgicas. Dessa forma, a maior aceitação tem motivado pacientes a optarem pela remoção da prótese, promovendo maior bem-estar e satisfação com o próprio corpo.

Além desses fatores, é crescente a procura pelo explante de silicone para interromper processos inflamatórios sistêmicos no organismo, como alterações de pele ou reumatológicas. Apesar de a vontade da paciente dever ser respeitada nesses casos, não há estudos que comprovem que tais sintomas estão relacionados com a prótese de silicone.

Como é feito o explante mamário?

Para realização do explante mamário são necessários os mesmos cuidados no pré e pós-operatório, como fazer os exames médicos para verificar a condição de saúde.

No procedimento cirúrgico em si, é necessário fazer uso do anestésico local com sedação e, em muitos casos, pode-se fazer o explante pelo mesmo local do implante, evitando uma nova cicatriz nas mamas.

Após a incisão, o cirurgião plástico faz a remoção apenas da prótese de silicone ou em conjunto com a cápsula que se forma no seu entorno. A definição da melhor abordagem vai depender das características do caso.

No pós-operatório, é preciso que a paciente faça repouso e reduza atividades que demandam esforço dos braços e tronco, como dirigir, ou elevar os braços acima do ombro. Como na mamoplastia de aumento, algumas atividades precisam de afastamento por mais tempo, como exercícios físicos.

Quais são os benefícios que podem ser alcançados?

No caso das pacientes que realizam o explante de silicone por questões de saúde, como um quadro de ALCL, o principal benefício da técnica é a redução dos desconfortos associados à doença, além de evitar o agravamento do quadro.

Para as pacientes que tem demandas estéticas relacionadas ao explante mamário, as vantagens incluem uma aparência mais satisfatória após o tratamento, resultando em maior satisfação pessoal e bem-estar.

A retirada da prótese de silicone, apesar de apresentar esses benefícios, pode resultar em um quadro de flacidez das mamas. Nesses casos, o explante de silicone pode ser associado ao lifting das mamas ou enxertia com o objetivo de reduzir a pele sobressalente.

No entanto, os resultados do explante de silicone costumam ser satisfatórios e a procura pelo tratamento é crescente. Para saber mais sobre o procedimento, entre em contato com os profissionais da Clínica Clincer.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Clínica Clincer.