Fale conosco pelo WhatsApp

Principais cuidados com a cicatriz da mastopexia

Imagem: shutterstock

A cicatriz do procedimento torna-se praticamente imperceptível após 1 ano, desde que a paciente adote os cuidados indicados pelo especialista

A cicatriz da mastopexia é, certamente, uma das principais preocupações de quem se submete a este tratamento de lifting mamário. Uma vez que esta é uma cirurgia plástica de caráter estético, uma cicatriz discreta certamente está entre os resultados esperados da intervenção.

Além do aspecto estético, a adoção de cuidados adequados com a cicatriz da mastopexia é essencial para que o paciente se recupere adequadamente do procedimento, sem danos à sua condição física. Ao todo, o processo de cicatrização do lifting de mamas pode levar cerca de 6 meses para estar completo, demandando atenção por todo este período.

O que é mastopexia?

O principal objetivo da mastopexia é corrigir o caimento e flacidez dos seios, elevando as mamas e colocando-as em sua posição original. Para isso, o cirurgião faz uma incisão para remover o excesso de pele e tecidos da região (o que inevitavelmente resulta em uma cicatriz).

Ao longo da vida, o corpo da mulher passa por diversas mudanças hormonais e físicas que impactam diretamente no tamanho de seus seios. Além disso, a pele das mamas perde sua elasticidade natural, favorecendo a flacidez e queda dos seios. A mastopexia é uma cirurgia plástica que visa combater os incômodos estéticos relacionados a este processo, levantando e remodelando os seios.

Como é feito o lifting de mamas?

A mastopexia é feita com a paciente sedada e realização de uma incisão. É por este corte que será removido o excesso de pele que está fazendo com que os seios tenham aparência de flácidos e caídos. Dessa forma, o cirurgião consegue remodelar as mamas para que elas voltem à sua posição original de maneira simétrica e com aspecto natural.

Caso necessário, é possível reposicionar as aréolas, alterar o tamanho dos mamilos ou até mesmo inserir próteses de silicone para devolver volume aos seios. A cirurgia plástica deverá sempre ser personalizada para atender às necessidades e anseios do paciente.

Tipos de cicatriz da mastopexia

A cicatriz da mastopexia depende do tipo de incisão aplicada no procedimento, que pode ser de 3 tipos principais:

  • Pariareolar: o corte é feito na aréola, e tem formato de círculo;
  • Periareolar e vertical: além da incisão ao redor da aréola, é feito um corte vertical abaixo da linha média da mama;
  • T-invertido: é realizado um corte na parte inferior da incisão vertical, resultando em uma incisão parecendo a letra “T” de ponta cabeça.

Como fica a cicatriz da mastopexia?

Quando bem cuidada, a cicatriz da mastopexia se torna apenas uma linha fina de tonalidade muito semelhante à cor da pele do paciente, ficando praticamente imperceptível. As marcas atingem este aspecto mais natural após cerca de 1 ano, embora isso seja variável para cada organismo.

Cuidados pós-operatórios

O pós-operatório do lifting de mamas é considerado simples, com pouco incômodo à paciente. Para favorecer o processo de cicatrização, são recomendados cuidados como:

  • Usar sutiã cirúrgico constantemente por, pelo menos, 1 mês;
  • Evitar grandes movimentações com o braço;
  • Evitar o tabagismo;
  • Atentar-se à hidratação do corpo;
  • Não tomar sol na área operada;
  • Dormir de barriga para cima no primeiro mês da cirurgia;
  • Tomar a medicação prescrita pelo cirurgião;
  • Não praticar esportes até liberação médica.

Possíveis complicações na cicatrização da mastopexia

Como em todo procedimento cirúrgico, a cicatriz da mastopexia está sujeita a algumas complicações. Os principais riscos estão associados à infecção, sangramento, descoloração da pele, alterações de sensibilidade no local operado e aparência desfavorável.

Esses problemas são bastante raros, principalmente quando são adotados todos os cuidados pré e pós-operatórios. É recomendado acionar o cirurgião plástico assim que for notada qualquer alteração na cicatriz da mastopexia.

Entre em contato conosco e marque uma consulta para tirar dúvidas sobre esse e outros procedimentos.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Clínica Clincer;

ATENDIMENTO PARTICULAR

Preencha o formulário e aguarde nosso contato ou se preferir, ligue: (11) 3062-6122