Fale conosco pelo WhatsApp

Tipos de Abdominoplastia: Qual é o ideal?

Cirurgião plástico faz marcações na barriga de paciente

A escolha pelo procedimento mais adequado depende da necessidade e do resultado que o paciente está buscando. Contar com um cirurgião experiente faz toda a diferença neste momento

abdominoplastia é um dos procedimentos mais procurados tanto por homens como por mulheres que desejam um abdômen mais definido, o que, muitas vezes, não se consegue apenas com a prática regular de atividades físicas e controle da alimentação.

Por isso, é importante esclarecer que a abdominoplastia não é uma cirurgia para combater a obesidade. O procedimento visa reduzir o excesso de pele e tratar a musculatura da região do abdômen, proporcionando uma aparência mais firme e tonificada.

Há vários tipos de abdominoplastia e a escolha pelo tipo ideal depende das necessidades específicas de cada paciente. Cabe ao cirurgião avaliar o quadro e entender o desejo do paciente, considerando o histórico do indivíduo, as particularidades de seu corpo e os objetivos que ele espera alcançar com o procedimento.

Tipos de abdominoplastia

Abdominoplastia convencional

A abdominoplastia convencional, também chamada de clássica ou lipoabdominoplastia, é um dos tipos de abdominoplastia indicados para aqueles pacientes que têm muita flacidez na região acima e abaixo do umbigo.  Neste procedimento, o cirurgião faz um corte na área abdominal do hipogástrio e fossas ilíacas com o intuito de ficar a cicatriz em uma região que não apareça caso a paciente use um biquini. É possível fazer um novo umbigo ou usar a mesma cicatriz umbilical prévia do paciente.          .

Miniabdominoplastia

A miniabdominoplastia é um tipo de abdominoplastia menos requisitado, pois sua indicação é bastante específica: casos em que há pouco volume no abdômen inferior região abaixo do umbigo. A cicatriz costuma ser menor que a de uma abdominoplastia convencional e não altera a cicatriz umbilical da paciente.

A miniabdominoplastia é eficaz para a redução de pequenas quantidades de pele. Como é um procedimento um pouco mais simples, costuma ser indicado para casos em que o paciente não consegue moldar seu corpo através de dietas ou cirurgias menores. Em geral, é recomendada para:

  • Mulheres que se submeteram a uma cesárea e que ficaram com um acúmulo de pele na região do baixo ventre;
  • Pessoas com excesso de estrias na região abdominal;
  • Pessoas que perderam muito peso ou que o chamado efeito sanfona resultou em um acúmulo de flacidez.

Em muitos casos, a miniabdominoplastia pode ser associada à lipoaspiração, quando o incômodo com o excesso de flacidez soma-se à gordura localizada.

Abdominoplastia em âncora

Dentre os tipos de abdominoplastia, a chamada abdominoplastia em âncora é indicada para pacientes que passaram por uma grande perda de peso. Nela, são feitas duas incisões, uma vertical e outra horizontal, para que seja possível retirar a pele abaixo do umbigo e remover a flacidez do abdômen. Geralmente, este tipo de abdominoplastia é um pouco mais demorado do que uma abdominoplastia clássica, e o pós-operatório pode exigir um tempo maior de repouso e cuidados. O tratamento da flacidez se dá tanto no eixo vertical como horizontal.

Abdominoplastia circunferencial

A técnica circunferencial está indicada para pacientes com grande flacidez e a cicatriz se localiza tanto na região abdominal anterior quanto no tronco posterior. Este tipo de abdominoplastia é indicado para pacientes que tenham grande flacidez na região do tronco posterior. As áreas do corpo mais envolvidas na abdominoplastia circunferencial são o abdômen inferior, superior e tronco posterior.

Abdominoplastia reversa

A cicatriz da abdominoplastia é posicionada no sulco das mamas. Geralmente se opta por essa técnica quando a paciente tem um excesso de flacidez na região epigástrica e também tem interesse em realizar uma mastoplastia. Uma indicação muito específica.

Cuidados pós-operatórios

O pós-operatório dos diversos tipos de abdominoplastia exige alguns cuidados. Após a cirurgia, curativos ou bandagens podem ser aplicados sobre as incisões e o médico pode fazer uso de uma bandagem elástica ou de compressão para minimizar o inchaço e sustentar os novos contornos do abdômen à medida que ocorre a cicatrização. Também pode ser necessária a colocação de um dreno para drenar qualquer excesso de sangue e de fluido que possa se acumular na região.

Para saber qual o tipo de abdominoplastia ideal para você, é imprescindível realizar uma avaliação com um cirurgião plástico, que determinará qual o mais indicado. Nesse momento, é importante contar com um profissional especializado e experiente neste tipo de procedimento. Se você deseja fazer uma abdominoplastia, agende uma consulta com um dos especialistas da Clínica Clincer.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Clínica de Cirurgia Plástica – Clincer.

 

 

ATENDIMENTO PARTICULAR

Preencha o formulário e aguarde nosso contato ou se preferir, ligue: (11) 3062-6122

Ao clicar em enviar os dados, você concorda com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE