Fale conosco pelo WhatsApp Cirurgias Plásticas - Clínica Clincer

Cirurgias Plásticas

Marcações no corpo da paciente antes de cirurgia plástica corporalCirurgia Plástica Corporal

A cirurgia plástica é uma especialidade da Medicina que possui ampla área de atuação, seja por promover melhorias corporais estéticas ou possibilitando a correção de patologias e traumas de tipos variados. Em todos os casos, este tipo de procedimento visa agregar melhorias ao corpo, de modo a melhorar a autoestima do paciente.

De acordo com dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética, mais de 1,5 milhão de procedimentos deste tipo são realizados anualmente em todo o mundo. O Brasil ocupa a segunda posição entre os países que mais realizam essas intervenções, e o setor de cirurgia plástica só tende a crescer, uma vez que cada vez mais as pessoas têm buscado por qualidade de vida e bem-estar.

Praticamente todo o corpo humano pode ser submetido a uma intervenção de correção, sendo necessário que o paciente converse detalhadamente com o cirurgião plástico para alinhar suas expectativas e necessidades. Durante a consulta, o especialista poderá avaliar se uma cirurgia plástica é realmente a melhor solução para o paciente, ajudando a identificar a mais adequada para o caso.

Antes da cirurgia: cuidados pré-operatórios

A cirurgia plástica é um procedimento não obrigatório, ou seja: a saúde do paciente não depende diretamente de sua realização, cabendo ao paciente escolher se deseja se submeter à intervenção. Vale lembrar, entretanto, que apenas o desejo do indivíduo passar pela cirurgia muitas vezes pode não ser determinante para que ela ocorra: cabe ao especialista determinar se este é um tratamento adequado para solucionar os problemas relatados pelo paciente.

Também é necessária a realização de exames pré-operatórios para que o cirurgião possa constatar que o paciente está apto para ser submetido ao tratamento escolhido. Isso porque, a cirurgia plástica certamente oferece riscos, e uma investigação criteriosa das condições de saúde do paciente é essencial para minimizar possíveis intercorrências e garantir a recuperação do indivíduo.

Os exames solicitados nesta etapa de avaliação geralmente incluem:

  • Hemograma completo;
  • Avaliação cardíaca;
  • Identificação de doenças pré-existentes;
  • Análise psicológica;
  • Investigação do histórico médico do paciente e de seus hábitos.

A preparação para a cirurgia também requer a adoção de alguns cuidados por parte do paciente, tais como suspender o uso de medicamentos específicos e realizar o jejum conforme orientação. Todas essas recomendações são fornecidas pelo cirurgião plástico, durante as consultas preparatórias.

Principais tipos de cirurgia plástica

Conforme foi citado, existem diferentes tipos de cirurgia plástica, cada qual com uma finalidade e aplicada em determinada região do corpo. De modo geral, as intervenções podem ser divididas entre cirurgias estéticas (que melhoram a aparência do paciente) e reparadoras — que, além de aprimorar a aparência, corrigem defeitos de nascença ou que foram adquiridos ao longo da vida.

Quando o assunto é cirurgia plástica facial, uma das mais procuradas é a chamada ritidoplastia, que permite a revitalização do rosto e promove um efeito de rejuvenescimento da pele. Este é um procedimento indicado para pessoas com mais de 50 anos e promove a suavização de rugas e marcas de expressão, reduzindo também a flacidez e o excesso de pele.

Outros tipos de cirurgia na face muito procurados são:

  • Mentoplastia (intervenção no queixo);
  • Rinoplastia (cirurgia plástica no nariz);
  • Otoplastia (correção das orelhas);
  • Blefaroplastia (cirurgia de pálpebras).

No âmbito das cirurgias corporais, por sua vez, a lipoaspiração está entre as mais conhecidas e procuradas. O procedimento consiste na remoção do excesso de gordura localizada em determinada área do corpo. A mamoplastia de aumento, que consiste em dar mais volume aos seios com ajuda de próteses de silicone, é outra cirurgia plástica bastante procurada.

Outros tipos de cirurgia corporal muito comuns são:

  • Lifting de glúteo;
  • Lifting de coxa;
  • Abdominoplastia;
  • Lipoescultura;
  • Braquioplastia (realizada nos braços).

Cuidados pós-operatórios

O período de recuperação após a cirurgia plástica é determinante para que o procedimento alcance bons resultados, com uma cicatriz discreta e aparência natural. Cabe ao cirurgião plástico a tarefa de informar o paciente a respeito dos cuidados pós-operatórios necessários, enquanto o paciente deve estar atento para seguir todas as recomendações à risca.

Os cuidados podem variar de acordo com o tipo de procedimento realizado, mas no geral consistem em:

  • Tomar as medicações conforme prescrição médica;
  • Fazer os curativos e cuidar da higienização dos cortes;
  • Não praticar exercícios físicos até liberação médica;
  • Evitar a exposição solar;
  • Cuidar da alimentação e hidratação;
  • Comparecer às consultas de retorno para avaliação médica do processo de recuperação.

Dependendo do tipo de cirurgia realizada, podem ser necessários cuidados específicos, tais como evitar levantar os braços ou dirigir. A parte do corpo operada também influencia diretamente nas recomendações médicas, podendo incluir detalhes como alimentação pastosa (no caso de cirurgias no queixo, por exemplo) e uso de roupas especiais como sutiã cirúrgico.

A recuperação completa pode demorar meses, sendo que alguns procedimentos levam até um ano para apresentarem seu resultado. Nos primeiros dias, é comum que o paciente apresente inchaço e até equimoses na região operada, mas a tendência é que esses sinais desapareçam com o tempo. A cicatriz resultante deverá ser discreta, muitas vezes ficando em regiões que não ficam à mostra.

Por que fazer uma cirurgia plástica?

Embora muitas pessoas pensem que a realização de uma cirurgia plástica traga resultados apenas estéticos, este tipo de procedimento traz benefícios psicológicos ao paciente. Isso porque a correção de deformidades ou incômodos estéticos é capaz de elevar a autoestima e afastar problemas emocionais relacionados à autoimagem e autopercepção.

No caso de cirurgias que estão associadas a um tratamento de saúde — como é o caso da reconstrução de mama ou correção de cicatrizes —, existem estudos apontando que a cirurgia plástica pode contribuir diretamente para a recuperação do paciente. O mesmo benefício pode ser observado em pacientes que estão se recuperando de algum acidente que gerou queimadura ou deformação.

É importante, entretanto, que o paciente esteja devidamente conscientizado a respeito do longo processo de recuperação e da rotina de cuidados que serão necessários para que tudo saia conforme o esperado. Para saber mais a respeito dos diferentes tipos de cirurgia plástica e entender sobre seus principais benefícios e indicações, agende uma consulta.

Fontes:

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica;

Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica — Regional de Santa Catarina.

Fechar Menu